Brésil ( Br )
Contact
Contacto
Ensino Quadro europeu de referência

Quadro europeu comum de referência para línguas (CECR)



Os níveis

Qualquer que seja a data escolhida e o tempo que você disponha para aprender francês na França, nós lhe propomos o curso que convém.

A1/A2 : elementar. Conhecimento limitado em francês
B1/B2 : intermediário. Conhecimento variado em francês
C1 : avançado. Bons conhecimentos em francês
C2 : aperfeiçoamento. Excelente conhecimento do francês

Além desses níveis, a escola Azurlingua propõe :
A0 :
totalmente iniciante. Nenhum conhecimento em francês.

Qual é o seu conhecimento de francês ?
Você pode ter uma idéia aproximada do seu nível de francês fazendo o Teste de francês online criado por nossa equipe de profesores.

Objetivos de comunicação dos cursos

Nossos cursos de francês seguem uma progressão conforme o enquadramento europeu comum de referência para línguas que descreve os objetivos de comunicação (entender, participar de uma conversa, se expressar de forma oral continuamente, ler e escrever) por nível de competência (iniciante, elementar, intermediário, avançado, aperfeiçoamento)... O interesse de tal classificação é de lhe permitir medir seu progresso a cada etapa de seu aprendizado mas igualmente em todos os momentos de sua vida.

Quadro europeu comum de referência para línguas (CECR)


COMPREENSÃO ORAL
LEITURA
PARTICIPAÇÃO EM DIÁLOGOS 
EXPRESSÃO ORAL CONTÍNUA
ESCRITA
A1
Compreender palavras familiares e expressões muito utilizadas. Compreender palavras familiares, bem como frases simples, como  por exemplo anúncios, posters ou catálogos. Comunicar, de maneira simples, à condição de que o interlocutor esteja disposto a repetir ou reformular suas frases mais lentamente e ajudar a formular aquilo que é tentado falar. Fazer questões simples sobre assuntos familiares ou sobre aquilo que há necessidade imediata. Responder a tais questões. Utilizar expressões e frases simples para descrever o local onde habita e as pessoas que conhece. Escrever um pequeno postal simples; de férias por exemplo. Completar um questionário; escrever seu nome, sua nacionalidade e seu endereço numa ficha de hotel, por exemplo.
A2-1 Reconhecer anúncios simples já vistos e ouvidos em situações familiares. Compreender números e valores isolados assim como palavras simples descrevendo personagens em histórias breves.
Compreender o que está escrito em anúncios já vistos anteriormente. Remarcar temas essenciais abordados numa correspondência pessoal ou num texto tratando de um domínio familiar. Participar de conversas breves em situações simples e habituais (encontros, compras, demandas de ensino) sem que o interlocutor manifeste grandes dificuldade para compreender . Se apresentar, assim como a sua família e seus amigos (identidade, trabalho, lazer,domicílio…) em algumas frases simples. Transcrever em 2 ou 3 frases uma informação simples passada oralmente
A2-1 Compreender  enunciados simples nunca antes ouvidos, mas, no entanto, sobre temas familiares. Compreender instruções de trabalho breves e claras. Compreender valores e números expressados em frases. Compreender o essencial de um texto simples e curto que comporte poucas extruturas ou palavras desconhecidas. Encontrar uma informação num documento informativo tratando de um domínio ou de um tema familiar. Numa conversa breve, fazer questões  e responder sobre temas familiares, quando tais respostas não exigem intervenções longas nem tomada de posição pessoal. Descrever em algumas frases e de forma simples sua situação pessoal e fazer um resumo das informações mais importantes de si mesmo, em relação ao tema da intervenção (gostos, formação…). Redigir uma anotação ou uma mensagem curta e simples para comunicar uma informação se apoiando em documentos ou utilizando o dicionário. O senso geral da escrita produzida continuando claro mesmo se houver alguns erros.
A2-3 Compreender qual é a questão de uma discussão familiar. Numa história curta, compreender frases simples e reconhecer palavras ou grupos de palavras mais utilizados que indicam mudança de tempo e lugar. Compreender o essencial de um texto ou correspondência simples e curta tratando de um tema ou de um domínio familiar. Reconhecer articuladores lógicos e cronológicos num relato. Se comunicar numa situação simples e habitual, após ter sido preparado, não comportando mais do que uma modificação de informação simples e direta sobre atividades ou temas familiares. Durante tais modificações, cometer poucos erros de lingua que poderiam tornar a compreensão difícil. Descrever em algumas frases e de forma simples uma experiência recente (estudo, emprego…). Escrever uma carta pessoal para se apresentar, agradecer ou falar de si mesmo. Redigir uma anotação ou mensagem curta como resposta a uma questão. Reler várias vezes para corrigir os erros que atrapalham a compreensão é ainda necessário.
B1-1 Em uma história curta, reconhecer a trama dos acontecimentos contados e colocar lugares e personagens em relação aos acontecimentos. Em todos os outros tipos de documentos sonoros de mesma dificuldade, compreender as  informações essenciais. Reconhecer a construção de um texto ou de uma correspondência simples e não muito longa. Compreender os eventos principais e as idéias essenciais contidos num texto ou correspondência tratando de um tema familiar.
Participar de uma conversa que pode conter pequenas mudanças habituais e algumas mudanças sobre sua situação pessoal (família, lazer, trabalho, estudo) assim como informações simples sobre um tema conhecido. Descrever, de forma coerente, em algumas frases simples, uma experiência ou um acontecimento. Exprimir uma opinião. Escrever um texto simples e coerente sobre um tema familiar. Escrever uma carta pessoal. Ser capaz, ao reler, de apagar os erros importantes.
B1-2 Em uma discussão de menos de 2 minutos, compreender a posição adotada por cada um dos protagonistas quando eles se exprimem claramente sobre um tema conhecido. Localizar e compreender informações específicas em um documento informativo. Em uma história um pouco mais longa, compreender a trama dos acontecimentos quando o tema é familiar. Num texto ou correspondência curta e redigida en linguagem standard, compreender as informações essenciais de ordem geral tratando de um domínio profissional, familiar ou de uma temática conhecida. Participar de uma conversa sem muita dificuldade e não ficar muito incomodado quando os interlocutores abordam outros temas que não os já conhecidos. Procurar palavras ou pedir ajuda a um interlocutor ainda é necessário. Expor e justificar brevemente suas opiniões ou seus planos, mostrando coerência naquilo que propõe.
Relatar eventos, descrever períodos ou experiências e suas impressões sobre um texto de, no mínimo, 10 linhas sem utilizar o dicionário muitas vezes.
B1-3 Compreender os detalhes de uma história de, no mínimo, 2 minutos sobre um tema conhecido. Compreender uma informação técnica sobre produtos ou serviços. Compreender argumentos avançados por diferentes protagonistas de uma discussão quando são formulados claramente. Compreender o essencial de todo o texto ou correspondência com menos de 40 linhas, redigido em francês standard e tratando de um domínio profissional conhecido ou de uma temática estudada. Saber lidar com a maioria das situações que podemos encontrar numa viagem a um país francófono. Participar sem preparação a uma conversa de tema familiar ou sobre temas de interesse pessoal que envolvem a vida cotidiana. Contar a trama de um filme (de um romance...) e descrever suas reações fazendo com que apareçam articuladores lógicos e cronológicos. Redigir sem dificuldade uma carta pessoal ou um texto simples e coerente sobre temas familiares, assegurando que não há uma grande quantidade de erros que atrapalham a leitura.
B2
Acompanhar uma intervenção um pouco longa e uma argumentação sobre um sujeito conhecido. Compreender a maior parte de jornais, documentos televisivos e filmes, desde que falados em linguagem standard. Ler artigos e relatórios sobre questões contemporâneas dentre as quais os autores adotam uma atitude particular ou um certo ponto de vista. Compreender um texto literário contemporâneo em prosa. Se comunicar com um nível de espontaneidade e conforto que tornam possível uma interação normal com um locutor nativo. Se expressar de forma clara e detalhada sobre uma gama de temas relativos a seus centros de interesse. Desenvolver um ponto de vista sobre um tema atual.Explicar vantagens e inconvenientes de diferentes possibilidades. Escrever textos claros e detalhados sobre uma gama de sujeitos relativos a seus domínios de interesse. Escrever uma reflexão ou um relatório trasmitindo uma informação ou expondo as razões a favor ou contra uma opinião dada. Escrever cartas que valorizem o senso pessoal dado a eventos ou experiências.
C1
Acompanhar uma intervenção ou conversação um pouco longa, assim como uma emissão televisiva ou um filme. Compreender textos factuais ou literários longos e complexos e determinar a diferença de estilo. Compreender artigos especializados e de longa instrução técnica. Se expressar espontaneamente e fluentemente sem aparentemente precisar procurar demais suas palavras. Utilizar a língua de maneira flexível e eficaz em relações sociais e profissionais. Expressar suas idéias ou opiniões e ligar suas intervenções à dos interlocutores. Apresentar descrições claras e detalhadas sobre temas complexos integrando sujeitos associados, desenvolvendo alguns pontos e terminando a intervenção de forma apropriada. Se expressar através de um texto claro e bem estruturado e desenvolver seu ponto de vista. Escrever sobre temas complexos numa carta, reflexão ou relatório, salientando os pontos julgados importantes adotando um estilo adaptado ao destinatário.
C2
Compreender a linguagem oral sem nenhum problema mesmo se falada rapidamente. Ler sem esforço todos os tipos de texto, mesmo abstrato ou complexo, quanto ao tema e ao formato, por exemplo um manual, um artigo especializado ou uma obra literária. Participar, sem esforço, de todas as conversas ou discussões. Estar à vontade com expressões idiomáticas e modificações comuns. Expressar com precisão pequenas nuâncias de senso. Apresentar uma descrição ou uma argumentação clara e fluída num estilo adaptado ao contexto, construir uma apresentação de forma lógica e ajudar aos que assistem a prestar atenção e se lembrar dos pontos importantes. Escrever um texto claro, fluído e de estilo adaptado às circunstâncias. Redigir cartas, relatórios ou artigos complexos, com uma construção clara que permita ao leitor apreender e memorizar os pontos importantes. Fazer resumos e criticar obras profissionais ou literárias.


O enquadramento europeu comum de referência possui principalmente dois objetivos: harmonizar os métodos pedagógicos utilizando uma base comum daquilo que o aprendiz deve saber e ser uma ferramenta que permita a ele se situar numa escala de níveis precisa e explicativa.

Realizado pelo conselho da Europa que a distribuiu em trinta línguas e dando continuidade ao trabalho feito em torno dos « limites de níveis », o enquadramento europeu comum de referência é uma ferramenta indispensável que permite estabelecer os objetivos a alcançar nos diferentes níveis de aprendizado e de ensino de uma língua e de escolher os diferentes meios para isto.

Ele descreve da forma mais completa possível aquilo que os aprendizes de uma língua devem aprender para utiliza-la como o objetivo de comunicação (capacidades de linguajar), os conhecimentos e as habilidades que eles devem adquirir para ter um comportamento de linguajar eficaz.

Tal ferramenta comum foi, desta forma, concebida para ultrapassar as dificuldades de comunicação que provêm da diferença entre os sistemas educativos e facilitar a comparabilidade internacional dos resultados de avaliação.

Ele é voltado para aqueles e aquelas que são envolvidos no ensino/aprendizado de línguas e pela avaliação das competências em línguas : concepção de programas, professores, formadores, aprendizes…

O Cecr definiu então 3 tipos de utilizadores/aprendizes que serão levados a realizar tarefas em situações pertencentes a domínios diferentes da vida social.

Utilizador elementar : A1 e A2 Utilizador Independente : B1 e B2 Utilizador Experiente : C1 e C2

(Nós lhe convidamos a consultar ou a ler a totalidade do « CECR para línguas : aprender, ensinar, avaliar »)
Dica !

As tomadas as vezes são diferentes em cada país. Esteja prevenido trazendo um adaptador universal.

 

Boas razões para vir à Azurlingua...


Classes para iniciantes totais


Selo de qualidade reconhecido pelo governo francês.


Tarifas e ofertas "sob medida" que correspondem às suas expectativas.


Reconhecimento institucional (parcerias universitárias).

11 níveis de francês : Azurlingua oferece uma pedagogia sob medida !


NEW : Você tem a possibilidade de pagar em 2, 3 ou 4 vezes sem juros.


E muito mais
 
 
image image image

Facebook torne-se Fã

 
Réseaux sociaux

Recommandez-nous sur Facebook !



Vous avez aimé cette page ?
Alors aidez nous à la rendre populaire !


Azurlingua

Cursos para Professores

Cursos pedagógicos

formation pour Professeurs

formações para professores

Programa Executivo

Pratique o francês de negócios!

programme executive

Programa executivo para Adultos


Nous sommes membres
soufflecampus francecsnfla

Ils nous font confiance

centre d'examen SELFEE